O seguro que você precisa, com as facilidades que você procura estão aqui. Não perca tempo, envie logo as informações necessárias para que lhe façamos uma oferta interessante.

Selecione o produto para solicitar a sua cotação:

 

 

Veja mais



Digite o seu e-mail no campo abaixo e receba novidades por e-mail.

 
Fenacor faz 74 denúncias sobre as Cooperativas de Proteção Veicular

A Federação Nacional de Seguros (Fenacor), através de seu presidente Robert Bittar, declarou está contra as Cooperativas de Proteção Veicular.

A questão legal é que ninguém tem a força suficiente para inibir a prática a não ser o Ministério Público, essa foi a declaração que o presidente da Fenacor Robert Bittar deu referente a proteção veicular.

Ontem o CQCS publicou uma matéria sobre as Cooperativas de proteção veicular que se alastraram rapidamente por todo país sem nenhum tipo de controle, a matéria ouviu pontos de vista diferentes, inclusive a de um advogado especializado na área de seguro, que explanou melhor sobre o assunto alertando tanto o consumidor quanto o corretor.

Em entrevista o presidente Robert Bittar emitiu sua opinião sobre a ASCOBOM, que é uma espécie de cooperativas do corpo de bombeiros e policia militar que atua no Estado de Minas Gerais, "Eu sou a favor do mutualismo entre os bombeiros, o que eu não concordo é com a comercialização para os bombeiros e não bombeiros.".Para ele o público alvo dessas cooperativas são os caminhoneiros e as pessoas que possuem veículos a mais de 5 anos.

Muitos corretores expuseram suas opiniões, houveram até alguns que se manifestaram revoltosamente contra os órgão que são responsáveis pela Fiscalização, dizendo que quem silencia, concorda.

Contradizendo a opinião dos corretores, o presidente da Fenacor, afirmou que o órgão promoveu 74 denuncias a Susep que, a propósito, repassou ao Ministério Público alegando que o órgão combate a prática com todas as armas possíveis.

Fonte: CQCS / Renata Santana

 

© Valim Corretora de Seguros Ltda. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Tássia Valim